Loading...
Notícias

Notícias

Por que migrar para o mercado livre de energia?

Por que migrar para o mercado livre de energia?

O Mercado Livre de Energia é uma opção disponível desde 1995 para indústrias e comércios brasileiros para a aquisição de energia diretamente dos geradores ou comercializadores de energia. Por meio desse tipo de mercado, também chamado de Ambiente de Contratação Livre (ACL), o consumidor e o vendedor de energia negociam diretamente preços, prazos, volume, entre outros detalhes. Mas por que migrar para o mercado livre de energia?

Atualmente, a aquisição de energia pode ser feita de duas formas: por meio do Ambiente de Contratação Regulada, também chamado de mercado cativo, que é a energia que compramos diretamente da distribuidora da região e é o formato estabelecido obrigatoriamente para consumo nas residências e pequenos comércios; ou por meio do Ambiente de Contratação Livre, oferecido para empresas ligadas em alta tensão.

Quais são as vantagens em migrar para o mercado livre de energia? E como fazer? É o que explicaremos a seguir:

Benefícios do mercado livre

Estes são os principais ganhos obtidos pelos clientes ao migrarem para o mercado livre de energia:

O cliente tem a liberdade de escolher o fornecedor de energia de sua preferência, o que já não é possível fazer no mercado cativo.

É possível conquistar uma economia de até 25% nos custos com energia elétrica.

Maior previsibilidade dos gastos, projetando o consumo para os próximos anos de acordo com o contrato estabelecido, como para três, quatro anos, e assim por diante.

Como migrar para o Mercado Livre de Energia?

1 ) Pré-requisitos: para se tornar o chamado Cliente Livre, ou Agente de Contração Livre, a empresa precisa ter um consumo de energia superior a 500 kW, sendo assim um cliente elegível para a migração. Para saber se o negócio se encaixa nessa modalidade, verifique essas informações em sua atual fatura de energia.

2) Busque assessoria: é importante ter um diagnóstico preciso dos gastos de energia da sua empresa e obter uma assessoria para iniciar o processo de migração para o mercado livre. A AES Tietê possui um serviço exclusivo para esse processo, auxiliando em todas as medidas necessárias que devem ser tomadas, evitando qualquer desgaste e burocracias.

3 ) Faça uma Denúncia de Contrato: essa é a etapa formal em que você avisa a distribuidora de energia na região onde a sua empresa está localizada de que tem interesse em migrar para o mercado livre de energia. Essa denúncia deve ser feita 6 meses do vencimento do contrato.

4) Faça contratação de energia no mercado livre: após toda a análise realizada e já tomada a decisão de migração, chega o momento de negociar com os fornecedores disponíveis. Para a contratação do serviço, você pode escolher entre ser um Agente na Câmara de Comercialização de Energia, a entidade responsável por organizar todas as operações que ocorrem no mercado livre de energia, ou ser representado na Câmara por meio de um Comercializador Varejista, um agente que representa diversos clientes.

O serviço de Comercializar Varejista também é disponibilizado pela AES Tietê e é uma boa opção para quem busca mais comodidade e facilidade. Clique aqui para saber mais sobre todas as formas que a AES Tietê pode auxiliar a sua empresa nesse processo de migração para o mercado livre de energia.